Audiência sobre LDO debate metas da administração para o ano de 2019

 

Foto: Dicom/CMC

 

A Prefeitura de Camaçari realizou, na manhã desta quinta-feira (03/05), no auditório da Secretaria de Governo (SEGOV), Audiência Pública para tratar da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2019.

A abertura da atividade foi feita pelo secretário de Governo, José Gama Neves, que falou sobre a importância da matéria e deixou a parte técnica da apresentação aos cuidados dos técnicos Virgínia Gomes dos Santos e Débora Dourado, que explicaram que a LDO foi dividida em três eixos contendo 17 metas, todas de acordo com o Plano Plurianual aprovado no ano passado.

A Câmara Municipal de Camaçari (CMC) participou da audiência apresentando os direcionamentos dos investimentos da Casa Legislativa para o ano de 2019, eixo que também compõe a LDO. Os dados foram apresentados pelo analista de Controle Interno da Câmara, Jerolino Mascarenhas.

Após a apresentação dos dados, o espaço de participação foi aberto ao público que apresentou dúvidas, questionamentos e sugestões. O estudante de Direito da Uneb campus Camaçari, Marlon Tolentino, questionou sobre a redução do número de metas apresentados na LDO. Segundo o subsecretário de Governo de Camaçari, Evaldo Pereira, a ideia é traçar metas que sejam efetivamente realizadas. “Por isso nossas 17 metas dentro dos três eixos apresentados abarcam todos os segmentos do nosso município, seja na educação, saúde, infraestrutura, economia, turismo, e demais áreas”, ressaltou.

A outra questão solicitada foi a inclusão de recursos a serem direcionados para a criação de parques municipais dentro das Áreas de Proteção Ambiental dentro do município, e fortalecimento dos diferentes grupos étnicos em Camaçari, como indígenas, quilombolas, povos de terreiro e ciganos, como forma de desenvolver o turismo étnico no município. Segundo o subsecretário, já existem projetos voltados para a criação de parques municipais, e que estão em estudo a sua implementação.

A secretária da Secretaria do Desenvolvimento Social e Cidadania, Ilay Ellery, ressaltou a importância de o município reconhecer sua antiguidade histórica, para que nas ações do turismo possam estar presentes estes elementos que representam momentos importantes da história do Brasil.

O vereador Vaninho (DEM) ressaltou a necessidade de se ter espaços para que as populações nativas possam crescer e se desenvolver com o turismo histórico das comunidades. Já o vereador Dedel (DEM) sublinhou os marcos históricos de Abrantes, com suas ruas centenárias, com seus nomes batizados pelos padres jesuítas, mas cujas histórias são desconhecidas pela população em geral, defendendo um fortalecimento das memórias ancestrais de Camaçari. O vereador Flávio Matos (DEM) também esteve presente na audiência.

Foto: Kelvi Lima

tv CÂMARA


21.06 | 22ª Sessão Ordinária – 21/06/2018
Assista também a TV Câmara ao vivo pelo celular através do Facebook