Bahia tem 9,7 vagas em cursos técnicos

Quem está pensando em investir na carreira através de cursos tem que ficar atento, porque o início do ano é o período em que as instituições normalmente oferecem um maior número de vagas. O Senai abriu 5.700 vagas para 18 cursos, sendo 570 delas bolsas para candidatos que se inscreveram através da nota do Enem. Já o Senac está com inscrições abertas para mais de 4 mil vagas divididas entre 200 cursos, oficinas e palestras em diversas áreas, além de dois cursos técnicos: produção de moda e enfermagem.

Os cursos do Senac são ofertados para 14 cidades do interior e as inscrições acontecerão enquanto houver vagas. “Os dois cursos técnicos terão as aulas iniciadas em abril”, afirma Marina Almeida, diretora regional.

Entre as novidades do Senai está o curso de Programação de Jogos Digitais, bastante demandado, que será oferecido inicialmente na unidade de Lauro de Freitas e o de Desenvolvimento de Sistemas. Por causa dos pedidos, o técnico em química, até então disponível apenas em Feira de Santana e Alagoinhas, será ofertado em Salvador e na região metropolitana. O curso de química do Senai Bahia foi avaliado como o melhor do Brasil por três anos consecutivos, em uma avaliação que o Senai faz nacionalmente. Os cursos são oferecidos na capital e mais nove municípios baianos.

Uilson Barbosa, 28, concluiu o curso de edificações do Senai em 2008, na primeira turma oferecida pela instituição e acredita que o diferencial é preparar o aluno muito mais do que tecnicamente. “Me ajudou bastante a defender as minhas ideias”, diz. Hoje ele atua como executivo de vendas na Placo, uma das marcas do grupo francês Saint-Gobain, que fornece soluções construtivas a seco (drywall) para paredes e revestimentos de ambientes internos.

Para ele o curso faz com que o aluno desenvolva competências como empreendedorismo, ética, gestão de pessoas, comunicação, proatividade, desenvolvimento pessoal e interpessoal. “Eu poderia ter feito um curso de graduação em engenharia, mas minhas maiores competências estavam na comunicação e na venda. Acredito que o técnico trabalhou isso”, conta.

 

Para o gerente de unidade do Senai, Edmundo Stiebler, há oportunidades no mercado de trabalho hoje que não são preenchidas por falta de profissionais com formação técnica. “Em países desenvolvidos normalmente o aluno que sai do ensino médio e 50%, em média, busca uma formação técnica, depois ele migra para o empreendedorismo, curso superior ou vai para o mercado. No Brasil esse número gira em torno de 5%, então ainda temos um déficit de formação técnica muito grande”, explica Edmundo.

Programa de gratuidade

O Senac também está com inscrições abertas para o curso gratuito de garçom, de 360 horas. “O Senac oferece cursos como parte do Programa Senac de Gratuidade (PSG), que faz parte de um compromisso da instituição com a educação profissional gratuita de excelência, que busca fomentar a inclusão social e o desenvolvimento”, diz Marina.

Para os interessados, o curso que só será ofertado em Salvador, tem 200 vagas em turmas divididas entre a unidade da Casa do Comércio e a do Pelourinho. Serão abordados assuntos como atendimento a clientes, organização de espaços gastronômicos, procedimentos de higiene e segurança alimentar. Após a inscrição, o candidato passará por uma seleção.

Além do curso de garçom, o Senac tem cursos de curta duração, oficinas e palestras em que o candidato pode participar levando produtos para doação no momento da inscrição.

tv CÂMARA


08.01 | BALANÇO DO LEGISLATIVO 2017
Assista também a TV Câmara ao vivo pelo celular através do Facebook