Ir para o conteúdo Ir para a navegação principal Pular para o rodapé

Câmara aprova moção de pesar pelas vítimas de acidente na Via Cetrel

Aconteceu, na manhã desta terça-feira (14/11), no plenário Osvaldo Nogueira da Câmara Municipal de Camaçari, a 24ª Sessão Ordinária do segundo período legislativo, durante a qual os vereadores se aprofundaram em assuntos de fundamental interesse para diferentes comunidades do município.  

O expediente do dia começou com um comunicado interno da Comissão de Desenvolvimento Econômico e Microempresas, modificando o tema da Audiência Pública do dia 29 de novembro que era “privatização da Empresa Bahia Gás e os impactos na Bahia e no Brasil” para “a importância da Bahia Gás para o desenvolvimento do Estado da Bahia”. Em seguida os vereadores encaminharam para as Comissões Legislativas mais três projetos de lei, de autoria do próprio legislativo, e mais cinco projetos de resolução para entrega de alguma das honrarias da Casa.  

O expediente seguiu com mais 14 indicações dos parlamentares, sendo uma delas extrapauta – a de nº 938/2023, de autoria do vereador Flávio Matos (União), convocando a secretária de saúde do Estado da Bahia, Roberta Santana, para dar explicações a respeito da regulação e marcação de consultas no município. “Queremos entender o motivos de existir leito vazio no Hospital Geral de Camaçari, sendo que a unidade é para atender à população”, pontuou.

 

A Casa também aprovou uma moção de pesar verbal pelas vítimas do acidente na via Cetrel, na noite do último domingo (12/11), que deixou três mortos e nove feridos. O acidente aconteceu próximo ao Conjunto Habitacional Caminho do Mar, no momento em que as vítimas estavam voltando de uma cavalgada em cima da corroceria de uma caminhonete.  

Na Ordem do Dia, em votação única, a Casa aprovou dois Projetos de Resolução para concessão de uma Medalha Zumbi dos Palmares e a outra concedendo a Medalha Marquês de Abrantes. Enquanto em primeira discussão e votação a Casa aprovou dos Projetos de Lei, um do executivo e outro do legislativo, e outros dois Projetos de Resolução, um da Mesa Diretora revogando o artigo 146 da Resolução 13 de 2008, e o outro do vereador Tagner (PT) declarando a Associação Mesa de Ogãs – AMOO como de Utilidade Pública.