Câmara realizará Sessão Especial pela passagem do Dia dos Povos Indígenas

Camaçari é um município cujas origens remontam às aldeias indígenas do povo Tupinambá que ocupava todo o território onde hoje fica a Região Metropolitana de Salvador, e que em tempos passados se chamava Peraçui. O próprio nome Camaçari é em homenagem a uma árvore cujo significado no idioma Tupinambá significa “manancial que nasce do seio”, formada pela junção de Cam (seio) + aha -aça (nascimento) + ri (manancial), conhecida por ser uma árvore ribeirinha e de região de dunas.

Valorizando todas as histórias do passado de nosso município, a Câmara Municipal de Camaçari realizará na manhã desta quinta-feira (12), a partir das 9h, uma Sessão Especial em homenagem aos povos indígenas que habitam em Camaçari. A sessão foi solicitada pelo vereador Dentinho do Sindicato (PT), que em sua justificativa lembrou que “antes todo dia era dia dos índios, e por isso não importa a data, temos sempre que reconhecer e respeitar os povos originários do Brasil”.

A sessão contará com a presença de lideranças da Aldeia Tupinambá de Abrantes, que está em processo de retomada desde novembro de 2021; o antropólogo e um dos membros fundadores da Associação Nacional de Ação Indigenista (ANAÍ), o professor José Augusto Sampaio (Guga); o escritor e historiador Diego Copque; a ex-diretora do Departamento de Saúde Indígena (DSEI-Ba), Mônica Marapara; o jornalista e escritor Marcos Elder Tupinambá; e com o artista Arthur Namor Tupinambá, que estará apresentando o personagem “Caboclo Contemporâneo”.

tv CÂMARA


27.09 | Audiência Pública para a Prestação de Contas do 2º Quadrimestre – 26 de Setembro 2022
Assista também a TV Câmara ao vivo pelo celular através do YouTube