Câmara recebe professores da Rede Municipal que pedem abertura de negociação com o Executivo

Professores e profissionais da Rede Municipal de Educação de Camaçari fizeram uma manifestação pacífica na manhã desta terça-feira (24) durante a 13ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal. A categoria solicitou ao Poder Legislativo que ajude a intermediar as negociações com a gestão municipal. O grupo reivindica, dentre outros itens, o pagamento do reajuste salarial.

Segundo Nilton Cesar Santos, diretor jurídico do Sindicato dos Professores e Professoras da Rede Pública Municipal de Camaçari (SISPEC), a manifestação não aconteceu apenas em busca do reajuste salarial, mas também para cobrar soluções para demandas pedagógicas urgentes, como ausência de funcionários e cuidadores em número suficientes e melhorias na infraestrutura de diversas instituições de ensino da cidade.

Quanto ao reajuste salarial da categoria, Ana Bueno, professora e diretora sindical, diz que, até o momento, o município só concedeu reajuste para os profissionais que recebiam abaixo do piso salarial. “A gente precisa entender que todos os educadores devem ser respeitados. Mais de mil professores não receberam nada. Os salários ficaram tão achatados após tantos anos sem reajuste que, hoje, um professor graduado e mesmo pós-graduado recebe abaixo do piso salarial”, explicou.

Ao explicar o motivo de somente uma parte dos professores terem recebido o reajuste, Nilton explicou que a Lei Federal estipula como obrigação da prefeitura conceder o reajuste de acordo com o piso nacional. “O Executivo cumpriu essa obrigação e equiparou os salários. No entanto, os demais servidores que eram remunerados acima do piso estão sem reajuste há seis anos, dessa forma, considerando a inflação, dentre outros fatores, recebem abaixo do piso atual”, acrescentou.

Na oportunidade, uma comissão formada por vereadores reuniu-se com o grupo e ouviu detalhadamente as considerações feitas pelos educadores. O presidente do Legislativo, o vereador Júnior Borges (União) finalizou agradecendo a presença dos profissionais e reafirmando o compromisso da Câmara com a educação no município. “Não existe cidade, não existe estado e não existe país sem vocês”, afirmou. Uma nova reunião foi marcada para a próxima quarta-feira (25/06), no gabinete do prefeito Elinaldo Araújo (União), para discussão do assunto.

tv CÂMARA


27.09 | Audiência Pública para a Prestação de Contas do 2º Quadrimestre – 26 de Setembro 2022
Assista também a TV Câmara ao vivo pelo celular através do YouTube