Ir para o conteúdo Ir para a navegação principal Pular para o rodapé

Com ampla participação, Câmara debate políticas públicas para a juventude

Cerca de 200 jovens prestigiaram, na manhã desta sexta-feira (21/08), a Sessão Especial em comemoração ao Dia Internacional da Juventude, realizada pela Câmara de Camaçari. No foco do debate estavam os rumos das políticas públicas para a juventude no município e no estado. 

Promovida pelo presidente da Câmara, vereador Marcelino (PT), a sessão começou com a apresentação do músico Lagartixa, que esteve acompanhado da banda Beira de Rua. Em seguida, estudantes e representantes de entidades que se dedicam à juventude debateram as ações dos movimentos estudantis, dentre outros temas. 

O estudante do Colégio Polivalente e líder da União Jovem, Rodrigo Marcos, registrou a sua preocupação com a qualidade do ensino ofertado aos jovens. “Merecemos um ensino de qualidade, que possa oferecer a todos os estudantes do segundo grau de Camaçari a condição adequada para que se profissionalizem e consigam disputar postos de trabalho em empresas do Polo Petroquímico ”, declarou.

Outros palestrantes também falaram sobre as lutas, as bandeiras, as preocupações e as reivindicações da juventude, dentre eles a estudante de Direito da UNEB e representante do Coletivo Flor de Mandacaru, Raquel Alves, o representante da União da Juventude Socialista (UJS) de Camaçari, Luciano Alves, o integrante do PSB Jovem, Alex. Também participou Amanda Cunha, representante do Coletivo Ousar, Erick Carvalho, representando a juventude da Igreja Quadrangular, Vítor Damasceno do Grêmio Estudantil do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, e Marcelo Magalhães da Pastoral da Juventude da Igreja Católica.

Durante a sessão, um tempo foi dedicado à participação dos jovens presentes no plenário, concedendo a fala aos inscritos. Na oportunidade, foram feitos relatos, contadas histórias pessoais e também registradas reivindicações, como fez Vinícius Lima. “Precisamos de escolas com mais infraestrutura, além de mais acesso ao ensino profissionalizante, mais segurança e ações mais efetivas de combate às drogas, especialmente em pontos próximos às escolas do município”, pontuou. 

Para o vereador Marcelino, a sessão foi mais uma demonstração de que a juventude de Camaçari é ativa. “Vimos que não faltam demandas para serem debatidas nesta Casa a favor dos nossos jovens. Eles querem participar, querem serviços de qualidade, seja no transporte público, na segurança, na saúde pública. Precisamos estar atentos a estas vozes, pois elas nos ajudam a construir um futuro melhor”, concluiu.