Ir para o conteúdo Ir para a navegação principal Pular para o rodapé

Sistema Híbrido de Discussão e Deliberação Legislativa é aprovado na Câmara

Aconteceu na manhã desta quinta-feira (01/12), no plenário Osvaldo Nogueira, a 13ª Sessão Ordinária deste 2º período legislativo, onde os vereadores apresentaram 23 proposições no expediente do dia, sendo dois projetos de lei, quatro projetos de resolução, 16 indicações e uma moção de aplausos. Das indicações aprovadas, os temas foram dos mais variados, envolvendo diferentes setores da sociedade.

Ligados à educação diretamente ou de forma transversal, a Casa aprovou 5 indicações: a de nº 520/22 do vereador Deni de isqueiro (União), pedindo por mais salas de aula para o Centro Integrado de Educação Infantil (CIEI) de Arembepe; a de nº 528/22 do vereador Tagner (PT), pedindo que a Secretaria de Educação crie um programa para que as escolas municipais tenham atividades para as comunidades durante os finais de semana; já o vereador Vaninho da Rádio (União) fez duas indicações, a de nº 501/22, solicitando a criação de uma escola técnica para Monte Gordo, e uma biblioteca municipal em Arembepe com a indicação nº 505/22. Enquanto o vereador Jamessom (União), com a indicação nº 529/22, solicitou que a prefeitura coloque coberturas nos pontos do roteiro do transporte universitário na avenida Jorge Amado.

Antes de ir às discussões e votações da Ordem do Dia, o presidente da Casa abriu o espaço para homenagear o time de futebol infanto-juvenil “Juventos Esporte Clube”, de Monte Gordo, com a entrega de moção de aplausos para seus dirigentes, vindo recebê-la os senhores Davis Robert de Castro, Vivaldo da Cruz, Damasio da Cruz, Vinicius Cardoso e Wilton da Cruz. A moção foi feita pelo vereador Vaninho da Rádio que na hora da entrega pediu a presença de todos os vereadores na foto oficial, já que a moção foi subscrita por toda a Casa.

Na primeira Ordem do Dia, em votação única, a Casa aprovou a concessão do Título de Cidadão Camaçariense para o sr. Carlos Felipe Leão. Já na primeira votação e discussão a Casa aprovou oito projetos de Lei, de temas que envolvem o respeito à diversidade e acessibilidade, como o PL nº 49/22, do vereador Deni de Isqueiro, sobre a aplicação do questionário M-CHAT para rastrear sinais precoces de autismo nos atendimentos em unidades de saúde pública ou privadas no município; ou o PL nº 92/22 da vereadora Professora Angélica (PP) que institui a semana da consciência negra em Camaçari.

E após um longo processo de debates e votações, a Câmara Municipal de Camaçari aprovou em segunda Ordem do Dia a instituição do Sistema Híbrido de Discussão e Deliberação Legislativa, de autoria da mesa diretora. Com este novo sistema os parlamentares poderão participar ativamente das atividades legislativas independentemente de onde estiverem fisicamente. Para o presidente da Casa, vereador Junior Borges (União), “o momento é de cuidado por conta do número de casos de pessoas com covid-19. Fazer sessões virtuais ou híbridas é mais uma forma de garantir a segurança das pessoas”.

Fotos: Thiago Canutto

The gallery was not found!